fbpx
  • Blog
  • Fiat Pulse 1.3 CVT: faz quase 18 km/l e é o SUV mais econômico do Brasil

Em outubro passado a Fiat apresentou seu grande lançamento em anos, o Fiat Pulse. Era tão esperado não só porque é o primeiro SUV nacional da marca, mas também por ser equipado com o motor 1.0 mais potente do país, o Turbo 200 Flex que rende até 130 cv.

Se as versões de entrada do Pulse são equipadas com o conhecido 1.3 Firefly Flex aspirado, a novidade era o câmbio CVT com simulação de sete marchas, que surpreende pela economia.

Em nosso teste, a versão Drive 1.3 CVT, que está logo acima da de entrada equipada com câmbio manual, mostrou-se muito econômica.
O modelo fez 13 km/l na cidade e incríveis 17,8 km/l no ciclo rodoviário – o tornando o SUV mais econômico do Brasil.

 

Quais as diferenças?

Na dianteira pouca coisa muda pra versão topo de linha, Impetus, os faróis são em led assim como as luzes diurnas e já são de série desde a versão de entrada manual. A diferença é a ausência dos faróis de neblina que estão presentes somente na versão mais cara.

Mas, a pintura bicolor, pode ajudar a deixar a versão mais barata com ares de mais cara. É um opcional que custa R$ 983 e só tem a combinação do teto preto com vermelho ou com cinza, como a unidade testada.

As maçanetas e os retrovisores externos já são pintados na cor da carroceria na Drive CVT, na manual esses itens são em preto como pode conferir pelas imagens. As rodas são de liga leve de 16” e têm o mesmo desenho das demais versões, porém na topo de linha elas são de 17” e o acabamento é diamantado.

As rodas são de liga leve de 16” e têm o mesmo desenho das demais versões, porém na topo de linha elas são de 17” e o acabamento é diamantado.

A distinção gritante está no quadro de instrumentos que tem tela toda digital de 7” na versão mais cara e por aqui os mostradores são analógicos nas extremidades e há uma pequena tela digital no centro para o computador de bordo.

A central multimídia tem tela de série de 8,4”, mas se você quiser a tela maior de 10,1”, como no Compass, é só pagar R$ 983 a mais.

 

Bem completo

O pacote básico de equipamentos do Pulse não exige sacrifícios. De série, a versão Drive CVT vem com quatro airbags, ar-condicionado digital e automático, controle de tração e estabilidade e sistema TC+ (que ajuda a direcionar o torque para a roda com tração).

Mas, ele ainda pode ser equipado com chave presencial, partida remota, GPS, câmera de ré, carregador de celular sem fio e central com tela de 10” – mas tudo isso eleva a conta em R$ 8.869.

O Pulse Drive CVT sai atualmente por R$ 101.990, portanto com todos os opcionais ele chega a R$ 110.859. Será que vale todo esse investimento mesmo em uma versão básica?

 

Fonte e imagem: Quatro Rodas

Solicite um contato da nossa equipe